domingo, 2 de setembro de 2012

Confesso que vivi


Quando estive no Chile, pude conhecer a famosa casa de Pablo Neruda em Santiago.
Nesta mesma casa, tem uma lojinha com vários livros do autor.Pra treinar meu espanhol, comecei a ler "Confieso que he vivido", no Brasil, Confesso que vivi. O livro é uma autobiografia, escrito ao longo de vários anos por Neruda, e publicado após sua morte, em 1974.
O livro é uma delícia de se ler! Mais ainda quando você já leu outros livros do autor, pois ele nos conta, além de vários detalhes das fases de sua vida, detalhes de como surgiram algumas de suas poesias mais famosas. Assim acontece com esta: O tango del viudo.
O livro vai desde a infância do autor, passa pelo início da carreira diplomática, a Guerra Civil Espanhola, a Segunda Guerra Mundial, suas andanças pelo mundo, seus exílios e sobre o seu regresso à pátria.
Um treixinho que está lá:

"Talvez não tenha vivido em mim mesmo, talvez tenha vivido a vida dos outros.
Do que deixei escrito nestas páginas se desprenderão sempre – como nos arvoredos de outono e como no tempo das vinhas – as folhas amarelas que vão morrer e as uvas que reviverão no vinho sagrado.
Minha vida é uma vida feita de todas as vidas: as vidas do poeta."

Fiquei tão encantada com a leitura, que pesquisando outros dados sobre o livro na internet, me lembrei de uma maravilha de filme: "O carteiro e o poeta". Filme este que conta a história de Mario, um carteiro que, ao fazer amizade com o grande poeta Pablo Neruda (então exilado político), vira seu carteiro particular e acredita que ele pode se tornar seu cúmplice para conquistar o coração de uma donzela. O filme se passa em uma linda ilha na costa italiana, o que traz além de toda a magia do filme, um brinde de belas paisagens. 


Quando se explica a poesia, ela se torna banal.” (Neruda), por isso, se puderem, vejam o filme e leiam o livro!!! Não vou conseguir, apenas com palavras, explicar o quão engrandecedor me foi conhecer estas obras!!!

Boa semana!!!!

26 comentários:

  1. Se encantar com os livros é tb um dom! lindo blog, abraços

    ResponderExcluir
  2. Gente que lindo..
    Me bateu uma curiosidade agora. Vou procurar esse filme..
    Adorei o post.

    Beijinhos
    Sheila

    ResponderExcluir
  3. Amamos o post,maravilhoso.
    Desejamos a vc uma ótima semana.
    Super beijos da Glorinha.
    Estamos com a campanha Google +1 e contamos com a sua participação.

    http://sbrincos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Confesso, que apesar de adorar ler, conheço muito pouco o trabalho dele.
    E agora fiquei bastante curiosa! Com o filme tb!
    Beijos!
    http://www.terapiafeminina.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Moça,
    Uma excelente dica. Adoro Pablo Neruda .
    O ultimo que li dele foi Canto Geral,
    por sinal muito bom.

    Uma semana cheia de alegrias

    ResponderExcluir
  6. Excelente dica mesmo!!! Muito encantador!!! Desejo que sua semana seja linda! Um bjo

    ResponderExcluir
  7. Oii Moça, bacana a dica do livro, admiro muito Pablo Neruda, o filme já vi e tbém gostei muito! ótimas dicas! Bjoosss

    ResponderExcluir
  8. Olá fofa!
    Ta rolando um sorteio especial para blogueiros(as) lá no blog,
    domínio .com + email personalizados
    dá uma olhada e participa ;D
    http://www.avidaebella.com/2012/08/sorteio-dominio-email-com.html

    ResponderExcluir
  9. Pablo Neruda, admiro muito o trabalho dele. Que maravilha poder visitar a casa Pablo Neruda. Como sempre dando dicas interessantes!!
    Beijos e uma linda terça viu...

    ResponderExcluir
  10. Ótima dica. Admiro Pablo Neruda.
    Ainda não vi o filme, mas vou aproveitar a sua sugestão.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. Esse filme foi ótimo e imagino como foi emocionante visitar o espaço dele. Bjs,Sandra

    ResponderExcluir
  12. Que delícia de visita, heim?!
    Adorei a dica de filme, não assisti, parece interessante!!!
    Bjos
    Pri

    www.epocaboutique.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Moça,

    Convite e sugestão aceites.
    Obrigada por suas palavras.

    Pablo Neruda é, foi e será aquele homem único, de palavras, poesia e sentimentos.

    O MUNDO NÃO SE EXPLICA, SE VIVE.

    Beijos da Luz.

    PS: oi, querida, deixe eu dizer pra você, não sei se desconhece ou não, mas pra deixarmos comentário, em seu blog, temos de digitar uma palavra, super esquisita, que raramente dá certa à primeira e um número.
    Voce sabe disso. Quer continuar, desse jeito?
    Se pode modificar essa situação. Se quiser é só dizer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi luz, nao sabia disso nao1
      eu te mandei um email!
      vc pode responde-lo, me ensinando como tirar isso?

      Excluir
  14. Olá Querida!
    Adorei as dicas, as poesias de Pablo Neruda amo. Já o filme não conheço não, mas deve ser muito interessante.

    Beijos,

    www.noivadoedgar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Deve ter sido o tima essa viagem e ainda visitar esse lugar que deve ser incrível ne ♥
    bjinhos
    conversando-com-a-lua. blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. assisti esse filme na escola uma vez, como ninguém ficava quieto não entendi direito :/
    é uma pena, porque amo as poesias do Pablo Neruda

    bjs
    http://quaseatoa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Despertou meu interesse, parece bom.

    http://blogbookteen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. O filme eu já vi o livro não li. Também adorava ir a sua casa.
    O filme emocionou-me muito e foi um grade sucesso em Portugal.
    Eu creio mesmo que também houve uma peça de teatro.
    Beijinhos.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  19. Oi querida Moça,

    Bonita, esta saudação!

    Passando pra ver se haveria novidades e te desejar um magnífico dia, cheio de encantos.
    Amanhá é feriado aí, com imensos festejos. Viva a festa!

    Beijos da Luz.

    PS: você tem conhecimento que quando deixamos comentário em seu blog, temos de digitar uma palavra super estranha e um número?
    Isso se pode alterar, se desejar.
    Assim, facilitaria a vida a seus comentaristas.
    Se pretender, eu explico pra você.

    ResponderExcluir
  20. Querida ainda não li esse livro
    mas deve ser bonito, vou ler ele sim
    Adoro leituras, isso já é uma obra da
    nossa família que adoramos ler
    Boa dica
    Abraços de boa tarde
    Bjuss
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  21. Ô moça, moça! kkkkk Ah porreta sua postagem dispensa qualquer comentário, Pablo Neruda não se comenta, degusta-se os seus livros, ne não? kkkkk

    Ah, assisti também esse magnífico filme "O Carteiro e o Poeta" que aliás é coisa para se ter quardado a sete chaves, obra de arte é assim, repare... kkkk

    O Sibarita

    ResponderExcluir
  22. Olá, estou aqui pra te dar um help!! haha
    Sobre o blazer que você disse que queria fazer na costureira mas não sabia qual tecido comprar, bom eu já vi blazer de oxford, mas eu acho mais bonito de linho. Aí a escolha é sua, espero ter ajudado :)
    Beijinhos, Pri.

    http://buledetule.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. “Quando se explica a poesia, ela se torna banal.”

    Pablo Neruda tem uma poesia que distende puro encanto na alma.
    A forma como ele desembrulha sentimentos é algo absurdo, de tão lindo.

    Boa pedida!

    Beijo Moça!!

    ResponderExcluir