quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Dúvidas

"O filósofo Odo Marquard observou na língua alemã uma correlação entre a palavra zwei, que significa "dois", e a palavra zweifel, que significa "dúvida", indicando que dois de tudo trazem à nossa vida a possibilidade da incerteza."(Comprometida - Liz Gilbert)

Estou lendo esta surpresa de livro delicioso da Liz Gilbert, que fala sobre casamento! E não um conteúdo romântico de casório, e sim sua história, em diversas culturas. Nem preciso dizer que estou adorando! Mais legal ainda é ver como, com o passar do tempo fomos criando expectativas e tornando o assunto tão temido por homens e mulheres.

Mas dada a dica da leitura, quero comentar aqui a frase acima, do livro.

Como, cada vez mais, vivemos cercados de dúvidas.

Casar ou investir na carreira?
Comprar um imóvel ou investir em fundos?
Almoçar um fast-food ou comida tradicional?
Viajar ou economizar?

E vai mais longe... Que carreira escolher, quando mudar, onde morar, com quem casar, que livro ver, que operadora de celular escolher, que canal assistir, que filme ver, tudo...
Estamos constantemente convivendo com dúvidas e vence ou obtêm o maior número de vitórias aquele que sabe agir com rapidez e segurança diante de uma dúvida.

Muitos não suportam a pressão de tanto terem de decidir e escolher que acabam com depressões, pânicos, inseguranças. Outros não toleram as dúvidas do outro:

"Dê-me o benefício das suas convicções, se as tiver, mas guarde para si as dúvidas. Bastam-me as que tenho." (Goethe) 

Outros ainda, não aceitam as sugestões dadas pelos mais próximos para ajudar a solucionar as dúvidas.

Cada qual sabe, ou deveria saber, lidar com as suas dúvidas.
O fato é que: 

"Existem duas espécies de idiotas: aqueles que não duvidam de nada e aqueles que duvidam de tudo."(Ligne)

O melhor de tudo: fomos e somos agraciados pelo livre arbítrio, temos o direito à dúvida e o mais, à escolha ou a não escolha.

Interessante é pensar que será que não estamos tendo opções demais?
Dois de tudo, como disse Liz Gilbert, não pode nos tornar inseguros, ingratos e insensíveis ao importante e real?

Bom refletir nisso!

Até semana que vem!

29 comentários:

  1. Oii Moça, parece ser um ótimo livro, qtas duvidas nos assolam, entre elas a carreira e o casamento, no meu caso estou dando um tempo na vida profissional em prol da carreira do marido, são escolhas que fazemos, fazem parte da nossa vida, não tem jeito, acho que tudo deve ser colocado na balança, eu não me arrependo da escolha mas as vezes escolher é muito complicado mesmo! Bjoooss

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Seu blog é super legal,parabéns.
    Te convido a fazer parte do Portal de Blogs Teia e ter suas postagens divulgadas gratuitamente, se interessar é só nos fazer uma visitinha.
    Até mais

    ResponderExcluir
  3. Talvez tenhamos muitas opções, mas, sabe... Eu acho que a dúvida e a inconstância são inatos ao ser humano. Essa nossa gana de querer tomar a melhor decisão sempre, e o medo que nos afasta da certeza de estarmos sempre seguindo o melhor caminho pra nós... No fundo, é tudo ramificação da insegurança. Que citações maravilhosas!

    Bom fim de semana! :)

    ResponderExcluir
  4. São tantas escolhas... Mas o bonito da vida são essas possibilidades que ela nos proporciona. Nós pincelamos nosso destino em função do que escolhemos. Nem sempre temos certeza do que seguimos, mas é importante não ficar parado, ir adiante. Viver é isso, seguir em frente, rumo à felicidade, mesmo que haja tantas dúvidas, indecisões... Aprender, crescer, tudo vai inserido nas pegadas que damos...

    Lindo!

    ResponderExcluir
  5. Oieee!
    Obrigada pela visita em meu blog. Seja sempre super bem-vinda, viu?!
    Então... escolhas... sempre elas. Já fiz um post sobre isso! Se quiser dar uma olhada:

    http://cdecici.blogspot.com.br/2012/02/escolhas.html

    Se a decisão foi certa ou não, o importante é ter sabedoria pra tirar proveito da situação, sempre analisando o ponto positivo, né?! É isso.
    Bjão, e uma linda semana!
    :O)

    ResponderExcluir
  6. Querida amiga

    Enquanto há dúvidas,
    há também vida,
    mistério,
    e opção...

    Convém não perder
    o essencial...

    Que amar seja para ti
    o objetivo de cada instante.

    ResponderExcluir
  7. Oie amiga, desculpe a ausência. Mas estive longe do blog por um tempo. As vezes preciso, para ficar com meu netinho.
    Gostei do post! E fiquei curiosa quanto ao livro. Creio que as opções seguem as tendências de cada pessoa, conforme seus valôres.
    Boa semana! Beijos

    ResponderExcluir
  8. AdoreI :)
    Um pensa sozinho e acredita que logo existe.
    Dois pensam juntos tentando ser um. E como é impossível se enchem de duvidas.
    Oh, vida! Rsrsrs

    Beijoss

    ResponderExcluir
  9. Assim é, amiga; mas tudo é uma escala de valores, coisa que varia muito de pessoa para pessoa. E, afinal... será que a Vida não é mesmo a arte da escolha? :) Boa semana, belo texto!

    ResponderExcluir
  10. Penso que as dúvidas ajudam no crescimento ,porque através dela refletimos, pesquisamos , dialogamos, enfim para tomar decisões acertadas muitas interrogações são feitas que beneficiam no resultado,
    um abraço
    e boa semana.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Moça! Vim retribuir sua visita e gostei demais das suas divagações. Eu não conhecia o livro e já estou anotando o nome. Também torci o nariz quando li que era sobre casamentos, visto que já casei algumas vezes...mas a sequência me conquistou, a dúvida hoje me trava e acho que ler a obra irá clarear minhas ideias. Vierei seguidora, um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Amiga, sempre ouvi dizer que a ignorância é muito atrevida e não tem dúvidas!
    Grande post!
    Beijo

    ResponderExcluir
  13. estou passando por um momento em que me identifico muito com esse texto :D acho que são escolhas demais, caminhos demais rs não sei pra onde ir...

    Passando para desejar um ótimo dia!
    Liz<3
    The Red Lil' Shoes Blog

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Ola,
    Muito bom para refletir.
    Nunca fui de muitas duvidas..
    Sou mais de arriscar
    e se errar... aprendo com o erro.

    Beijos e uma dia cheio de paz

    ResponderExcluir
  16. Quantas reflexões e frases incríveis! Esse livro deve ser mesmo muito interessante!

    ResponderExcluir
  17. Parece ser muito bom ! Adorei !

    http://www.deliriosdeumcloset.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Ô moça! kkk Espetáculo de postagem, agora estou na dúvida: Comento, não comento ou faço uma reflexão das duas hipoteses? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Aimôpai! kkkkkk

    Mas, vou de Goethe, dando-lhe o beneficio das minhas convcções, digo-lhe que o mundo moderno fez do homem um egoísta, um avarento, repare... kkkk

    Sou do tempo que se casava sem um vintém no bolso e ou sem investir na carreira, o que após o casamento se construia tudo isso e muito mais, tá rebocado bom tempo aquele em que as pessoas era solidárias, coletivas e num concurso qualquer juntavam-se vários e estudavam pelo mesmo objetivo, um ensinando ao outro! Hoje, é o salve-se quem poder não se estuda mais juntos para que o outro não tome a vaga de lá ele, né não? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    O Sibarita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é... hj em dia as coisas estao complicadas... Desanimo que dá né?

      Excluir
  19. Não é fácil! tenho notado há um tempo que o individualismo impera, e em coisas simples, observo nas ruas, condução, mercado... o comportamento das pessoas, como acham que só existem elas no mundo... não sei se é só onde moro, mas me dá vergonha da população ser assim.
    Tem um selinho pra você lá no blog.

    Bjos,

    Mony
    Um blog sobre esmaltes

    ResponderExcluir
  20. Olá Moça, grata pelo seu carinho no meu canto. Um tema muito interessante que foca aqui. Sempre tive e continuo com dúvidas. Será que é bom ou não ter dúvidas? Por vezes sigo o meu instinto, mas na dúvida gosto de perguntar, de aprofundar. Penso que no mundo de hoje há muitas opções e que estas tendem a que se banalize assuntos demasiado sérios. Mas, cada um com seu livre arbítrio. Continuação de boa semana. Bjs. Ailime

    ResponderExcluir
  21. Sim, onde há duas pessoas sempre existe algum espaço para dúvida...

    Um abraço

    ResponderExcluir
  22. O casamento é uma loteria, as vezes tiramos a sorte grande. Mas sempre digo que é uma sociedade, em que somos sócio em tudo, dividimos os lucros e os prejuízos. Mas deve ser super interessante esse livro, gosto dessas adversidades. Aqui tem um escritor que gosto muito ele fala do casamento Fabrício Carpinejar, ele escreve colunas no jornal aqui, é super polêmico e divertido.
    Bjos e tenha uma ótima quinta.

    ResponderExcluir
  23. Se há dúvida é porque há opções e essas existem porque existe liberdade. É preferível a liberdade da escolha, da dúvida do que a ditadura das escolhas.

    A dúvida é parte integrante da vida.

    Beijo

    O mundo sob o meu olhar

    ResponderExcluir
  24. Ter dúvidas é questionar-se no quê e porquê de tudo o que faz parte do mundo inerente ao ser humano.
    É querer escolher e querer saber escolher.
    Daí a dificuldade da escolha...e ninguém o pode fazer por nós.
    Uma bela reflexão
    Bjis

    ResponderExcluir
  25. Boa semana. Aguardo o próximo post.

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Dúvidas...
    Adorei sua postagem, principalmente a associação da palavra alemã. Acho que adoraria ler esse livro tb e entender um pouco mais.
    Tb gostei das citações que deixou em sua postagem.
    Ótima semana,
    Abraços.

    ResponderExcluir